Skip to content

Reportagem explica como foi feita investigação “Panamá papers”

05/05/2016

O Blog e o UOL fazem uma série de reportagens sobre a aputação da investigação jornalística Panamá PapersA apuração criou um acervo de cerca de 11,5 milhões de arquivos do escritório de advocacia panamenho Mossack Fonseca, obtidos pelo jornal alemão “Süddeutsche Zeitung” e compartilhado com o Consórcio Internacional de Jornalistas Investigativos (ICIJ, na sigla em inglês).

Estiveram envolvidos 376 jornalistas de 76 países de 109 veículos de mídia diferentes. O material está sendo analisado há cerca de 1 ano para a preparação da série. No Brasil, participaram da apuração o UOL, o jornal “O Estado de S. Paulo” e a RedeTV!.

Os dados cobrem o período que vai de 1977 até dezembro de 2015. Foram identificadas 214.488 pessoas jurídicas nos dados, entre empresas, trustes e fundações, informa a matéria do UOL.  Um levantamento do ICIJ identificou cerca de 1,7 mil beneficiários de offshores com endereços no Brasil. Detalhes de como foi feita a investigação jornalística aqui.

Facebook prepara novo aplicativo de notícias

09/11/2015

O Facebook se prepara para lançar  o “Notify”, aplicativo com conteúdo de veículos de informação como o jornal “The Instant articlesWashington Post”, a revista “Vogue” e a emissora de televisão “CBS”, segundo informações vazadas à imprensa, diz a Exame.com.

De acordo as informações,  o Facebook ainda não se pronunciou, o Notify incluirá conteúdo de veículos de informação impressos, digitais e empresas que produzem vídeos, como o canal a cabo americano Comedy Central. Entre os parceiros estariam também os sites Mashable e Billboard.

Estas informações surgiram após a rede social divulgar, nesta semana, que mais de 894 milhões, dos cerca de 1 bilhão de usuários que acessam diariamente a rede, utilizam o celular para se conectar, sendo então o principal meio de acesso.

O celular vem ganhando protagonismo cada vez maior na distribuição de notícias, mesmo que os veículos de comunicação ainda não tenham sido capazes de atrair volumes significativos de publicidade através desse tipo de dispositivo, informa a agência de notícias EFE.

Aos interessados em notícias é bom anotar que o Facebook inaugurou o Instant Articles, uma aliança entre a empresa e nove grandes veículos de comunicação, entre eles o jornal americano “The New York Times” e o britânico “The Guardian” para distribuir seus conteúdos diretamente através da rede social. O porém é que está disponível apenas para Iphones. Mas segundo a empresa logo será desenvolvido para Andróides.

Os parceiros do Facebook na iniciativa têm a opção de incluir publicidade em seus artigos e manter o faturamento ou permitir que o Facebook venda os anúncios e fique com 30% do valor arrecadado.

Novos formatos de negócio para o jornalismo. Contudo é preciso entendê-lo bem para poder ser rentável também para as empresas jornalística.

Livros digitais sobre mediatização

15/05/2015

O Centro de Investigação em Mediações CIM (Centro de Investigação em mediações) do Instituto de Pesquisa do Ministério da Investigação e da Escola de Pós-Graduação de Ciência Política e Relações Internacionais da Universidade Nacional de Rosario, Argentina, disponibiliza livros para dawnload sobre comunicação. Títulos em vários temas sobre midiatização. 

http://www.cim.unr.edu.ar/publicaciones/1/libros 

The little-known body language secrets of successful people

20/04/2015

Ótimas dicas de como se posicionar em uma conversa, apresentação, etc.

Informações sobre mídias sociais e internet

30/03/2015

Redes_sociais1

Confira aqui  onde conseguir dados e relatórios sobre mídias sociais e internet no Brasil.  As dicas são do especialista em mídias digitais Tarcízio Silva.

Como será o futuro da distribuição de notícia hiperpersonalizada | IJNet

16/03/2015

Por ijnet (Rede de Jornalistas internacionais)

Como será o futuro da distribuição de notícia hiperpersonalizada | IJNet.

Livros LabCom: Webjornalismo. Sete características que marcam a diferença.

12/12/2014

capa livro labcom

O ebook  “Webjornalismo: 7 caraterísticas que marcam a diferença” aborda as particularidades que distinguem o jornalismo que se faz na Web do que se produz em outros meios. Para tratar desse tema de forma complementar foram convidados sete autores/pesquisadores, de sete países, e cada um deles faz uma abordagem em torno das características do webjornalismo, atualizado.

– See more at: http://www.livroslabcom.ubi.pt/book/121#sthash.euctaPbP.dpuf